Gran Cavallo de Da Vinci

Leonardo Da Vinci é considerado um dos maiores pintores de todos os tempos, sendo uma de suas obras mais conhecidas a Monalisa, que se encontra no Museu do Louvre, em Paris…

Possuía uma grande curiosidade e capacidade de invenção, o que o tornou, além de artista, cientista, matemático, engenheiro, anatomista, arquiteto, botânico, poeta e músico. Em seus incontáveis estudos sobre o mundo, sempre considerou o cavalo como a máquina mais perfeita que a natureza foi capaz de gerar.
Antes de morrer, Da Vinci lamentou duas coisas: não ter voado e não ter acabado a construção do maior cavalo do mundo!

Em 1482 o Duque de Milão, Ludovico, encomendou o que seria a maior estátua eqüestre, em homenagem ao pai, Francesco. Setenta toneladas de bronze foram separadas para sua confecção, porém, antes que o projeto fosse terminado, tudo foi transformado em canhões para defesa da cidade durante a guerra.

Os modelos em argila foram destruídos com a ocupação francesa, quando se transformaram em alvo para treinamento de tiro das tropas. A Leonardo restou fugir de Milão para Veneza.

Gran Cavallo de Da Vinci

Em 1999 foi colocado no Hipódromo de Milão um gigantesco cavalo de bronze, inspirado nos desenhos de Da Vinci, que foi o que restou do grande projeto. Esboços estes, que são referenciados até hoje por sua precisão e simetria. A obra foi realizada sob a direção da escultora norte americana Nina Akamu e doada a Milão pelos Estados Unidos.

A obra foi realizada sob a direção da escultora norte americana Nina Akamu e doada a Milão pelos Estados Unidos.