Uma Família de Pintores – John Frederick Herring

Isso mesmo, pai e filho foram pintores na Inglaterra no século XIX, ambos conhecidos por suas pinturas de cavalos e cenas de esportes eqüestres.

Jonh Frederick Herring Sr cresceu em Londres vivendo entre desenhos e cavalos.

Aos 18 anos se mudou para o norte da Inglaterra onde formou uma família de pintores: seus filhos se tornaram pintores e suas filhas se casaram com pintores.

Trabalhou em diversas atividades e só retratava cavalos em seu tempo livre, até que ficou conhecido como “O Artista das Cocheiras” e reconhecido pela nobreza, para quem pintava caçadas e cavalos de corrida.

Mesmo com a fama, ao mudar, Herring passou por dificuldades financeiras sendo ajudado por amigos que encomendaram diversas pinturas que o levaram à fama novamente.

Em 1845 foi nomeado “Pintor de Animais” pela Duqueza de Kent, o que lhe rendeu trabalhos para a Rainha Victoria, para quem pintou pelo resto de sua vida.

Herring pintou em 1848 o quadro “Pharoah´s Chariot Horses”.

Pharoah´s Chariot Horses
Pharoah´s Chariot Horses

Outras de suas pinturas também foram muito populares, com gravuras sendo comercializadas até os dias atuais, incluindo os 33 vencedores do St. Leger e seus 21 vencedores do Derby.


Jonh Frederick Herring Sr ou “I” passou a usar o “Sr” em 1836 quando a fama de seu filho (Jr) começou a crescer, também sendo conhecido por suas pinturas de eqüinos.

Com o tempo e melhora da habilidade nas pinturas, Herring Jr mudou seu estilo passando a retratar mais cenas de fazendas, priorizando a paisagem e os animais inseridos nela.

Veja a sequência: